Eu sou a Piccolina e tenho quase dois anos. Adotei a minha família no dia 18 de Dezembro de 2009, quando apanhei a minha humana distraída... fiz um míííuu, e ela caíu que nem uma patinha... desde aí tenho todos os miminhos que imaginam.

Posts

Segunda-feira, 07 de Novembro de 2011

Não vos vou maçar com a minha história detalhada... já disse aí na descrição que adoptei a minha humana (a que me vou passar a referir como avozinha, já que a humana que quis ser minha mãe desandou para Londres, e esta gaja já não quis mudar o grau de parentesco) há quase dois anos. Falta dizer que uma besta qualquer me tinha vazado a vista esquerda com um cigarro, e que eu estava com uma broncopneumonia, mas a avozinha cuidou muuuuuito bem e mim, e eu agora não consigo MESMO viver sem ela.

A gaja esteve a trabalhar durante quase dois meses, e eu 'tava fartinha e estar sozinha. Agora que ela voltou à 'casa da partida', não corro riscos... quando ela vai à casa e banho, é assim:

Quando ela se senta no sofá a tomar café, é assim:
E quando ela se deita, é assim: 
 

E à bocado fui tão linda, tão linda que até a quis ajudar nas lides domésticas.

Ela é que não quis... olha:

para a próxima vez não me ofereço!

Prontuz.

Mas toda esta perseguição é só porque eu tenho medo que ela desapareça outra vez e volte só de noite... assim, não tenho surpresas!

publicado por Fátima Bento às 15:17
tags: